quarta-feira, 27 de abril de 2011

Simplicidade

Não pense na vida como um trajeto comum,
Não creia que, no mundo, és apenas mais um.

Nossa singularidade.


Constante aqui, só o tempo...
Que nos falta, às vezes, para os simples momentos.

Tanta Incapacidade.

A mudança talvez seja uma necessidade experimental,
Nesta vida que se altera em contexto universal.

Talvez por conformidade.

Esse espetáculo de enigmas eternos,
Faz-nos meros participantes de nossos manifestos.

Comum sociedade.

Viver deve ser isso. Um exercício de simplicidade,
E só a vê menos complexa... 

Quem vive verdade.




8 comentários:

  1. Muito legal mesmo...

    Amor, vc tem que escrever mais!

    Muito maneiro xD

    Bjos!!

    ResponderExcluir
  2. Tentarei escrever um por semana!
    Obrigada, amor! =)
    Beijoss

    ResponderExcluir
  3. Como sempre nos surpreendendo com suas poesias extremamente reflexivas.

    Muito sábias as suas palavras.
    Continue sempre postando por aqui, gosto muito de ler seus poemas e poesias.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, Fabiano e igualmente.
    Seu blog também me traz profundas reflexões.
    Muito obrigada pelos incentivos! =)

    ResponderExcluir
  5. haha gamei nesse texto
    voce tem talento garota ^^
    ja ganhou um fan

    ResponderExcluir
  6. ahhaahahahah, muito obrigada! Fiquei toda boba! ahhaahhaa

    ResponderExcluir